quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O Rio pelas lentes de grandes fotógrafos_2

O olhar de George Leuzinger.






 Dono da popular Casa Leuzinger, um misto de tipografia, livraria, oficina de encadernação e douração e ponto de revenda de gravuras, fotografias e material fotográfico, George Leuzinger (1813-1829) foi igualmente fotógrafo, tendo registrado aspectos do Rio de Janeiro, as atrações principais de seu catálogo,que somam 337 fotografias.





  • Algumas fotos



Chafariz do Mestre Valentim, Praça XV

Aqueduto da Carioca

Saúde e Gamboa


Jardim Botânico

 O Pão de Açúcar sem bondinho




O Rio pelas lentes de grande fotógrafos

Em homenagem ao aniversário da cidade, dia 1° de março, vamos hoje e amanhã passear pela cidade, através dos olhos daqueles que registraram seu traçado através dos tempos.

O Olhar de Marc Ferrez





Começamos por algumas  de suas imagens. Marc Ferrez,  que tão bem retratou cenas dos períodos entre 1865 e 1918. Seu trabalho é um dos mais importantes legados visuais dessa época.




Enseada de Botafogo

Avenida Beira Mar


Largo de São Francisco



Barra da Tijuca

Arpoador







terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

QUE IMAGEM!

Com a nebulosidade forte da manhã...



...o Cristo Redentor flutua .

(Reprodução/ OGloboOnline)

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

E lá se foi Pery Ribeiro





Da sua voz ouvimos pela primeira vez a gravação de Garota de Ipanema, e em mais  de dez outros discos, muita bossa e  sucessos.


Apresentação na Sala Baden Powell, Rio de Janeiro em 2009


Tudo começou em 1961, quando lançou um 78 rpm com "Manhã de Carnaval" e "Samba de Orfeu", ambas de Luiz Bonfá e Antônio Maria. Registrou, ainda nesse ano, em outros discos em 78 rpm, canções como "Barquinho" (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli), "Lamento da lavadeira" (Monsueto, Nilo Chagas e João Violão), e "Inteirinha" (Luís Vieira).

Em 1962, gravou seu primeiro LP, "Pery Ribeiro e seu mundo de canções românticas". Acompanhado pelo violão de Luís Bonfá, registrou canções como "Meu nome é ninguém" (Haroldo Barbosa e Luiz Reis), "Caminhemos" (Herivelto Martins), "Outono chegou" (Luiz Bonfá e Maria Helena Toledo) e "Esquecendo você" (Tom Jobim), entre outras. 


Em 1965, sob a direção de Miele e Ronaldo Bôscoli, atuou com Leny Andrade e o grupo Bossa 3, formado por Luis Carlos Vinhas ao piano, Otavio Bailly no baixo e Ronnie Mesquita na bateria, no show "Gemini V", apresentado com sucesso na boate Porão 73 e no Teatro Princesa Isabel , no Rio de Janeiro. Este show ficou em cartaz por 1 ano e meio, e foi registrado ao vivo no LP "Gemini V - Show na boate Porão 73 - Leny Andrade, Pery Ribeiro e Bossa Três".

   



  Pery e Leny  formavam uma dupla inesquecível, revivida muitas vezes.



Outros discos , ao longo das últimas décadas, povoaram nossos ouvidos de boa música.

Algumas capas...


 




Roberto Menescal, em 2006, escreveu sobre Pery ...

"Minha primeira e emocionante lembrança que tenho de Pery, foi de uma gravação de um compacto simples na antiga Odeon, onde Pery cantava uma música que dizia "Há dentro em mim uma dor escondida, bem escondida...." e eu, Luiz Eça, Oscar Castro Neves, e uma amiga nossa, a Climene, que tínhamos um grupo vocal, fazíamos o backing para nosso querido artista. Foi o máximo! Talvez ainda meio desafinado (nosso grupo, é claro), mas a emoção foi total. 
Pery com sua antena de desbravador, também me deu um presente inesquecível: em final do ano de 61, eu voltava de Buenos Aires com Maysa e, numa parada em São Paulo para um programa de TV, me colocaram a gravação de Pery de minha música com Boscoli, “O Barquinho" (que Maysa acabara de gravar, mas que ainda não tinha sido lançada), e vi Pery mais uma vez sair na frente, como fez com tantos outros sucessos, inclusive "Garota de Ipanema". Eu como compositor de muita sorte, poderia ter um cd do Pery inteiramente com músicas minhas, pois ninguém me gravou tanto... Eis aí uma idéia para alguma gravadora que tenha esse acervo.
O mais recente presente que Pery me deu, e certamente o mais emocionante, foi uma composição (letra e música dele) onde faz uma homenagem a mim e ao Ronaldo Boscoli, juntando trechos de nossas canções ligadas por versos exatos como só um "craque" da composição poderia fazer, coisa que Pery muito pouco aproveitou em sua carreira de artista. Essa música, “Abraço no Menescal e Boscoli”, foi gravada por Wanda Sá e por mim no nosso mais recente cd "Swingueira", e tem sido o ponto alto de nossos shows, coisa que Pery pôde presenciar numa reação expontânea do público, no show de lançamento do disco no Teatro Rival. 
Enfim, nossa ligação não é recente, pois nos conhecemos há mais de 40 anos "nas pedreiras da vida", onde apesar dos quilômetros que muitas vêzes nos separam, temos tido uma convivência muito legal, muito curtida, muito carinhosa.
Me confesso aqui, fã total desse artista que tem uma carreira tão bonita e tão importante para o nosso Brasil.
 
Beijos
Roberto Menescal
Rio 12 de março de 2006"


Assisti a dois shows memoráveis dele,recentemente, promovidos pela Toca do Vinícius, em Ipanema.
A Rua Vinícius de Moraes ficou interditada com tanta gente que com ele cantou e se encantou.

Uma amostra...




A MPB fica mais pobre hoje e o andar de cima, mais musical.



sábado, 4 de fevereiro de 2012

ESQUENTANDO OS TAMBORINS!


Faltam 15 dias, mas o Carnaval, no Rio, já chegou! 





Hoje tem BANDA DE IPANEMA, a partir das 4 da tarde, saindo da Praça General Osório, com o general  da banda Albino Pinheiro regendo lá do andar de cima, a animação aqui de baixo.

Mas o fim de semana também está cheio de desfiles nas ruas da cidade e diversos eventos de blocos em lugares fechados.

O dia começa cedo, a partir das 10h, no Desliga da Justiça, na Gávea.

Depois, tem Imprensa e GB Bloco, em Laranjeiras, além do Spanta Neném, na Lagoa.

No domingo, pela manhã, tem desfile do Me Esquece, na orla do Leblon, com uma bateria de 160 componentes que inclui ritmistas de vários blocos. No início da tarde, tem Calma, Calma Sua Piranha!, em Botafogo, e depois ainda a Grande Final do Concurso de Marchinhas na Fundição, com o baile à fantasia, com Boitatá, Banda Fundição e Orquestra Voadora. Essa festa tem sido bem legal nos últimos anos.


Sábado

Desliga da Justiça
O bloco "desfila parado" na Praça Santos Dumont, a partir das 11h, mas às 10h já começa o Baile do Máskaea, com DJ. A bateria é composta por ritmistas de vários outros blocos, que se vestem de super-heróis e tocam um repertório variado, dop funk ao axé, passando claro por muito samba-enredo também. O samba deste ano do bloco tem um refrãozinho que fica na cabeça (Desliga agora, me liga depois...).


Spanta Neném
A folia começa com o Spantinha, às 11h, e o bloco começa a desfilar pela ciclovia, às 13h, até op Caiçaras. Às três, começa a festa fechada para na sede de remo do Flamengo.


Desfile Imprensa que eu Gamo O desfile está previsto para começar às 15 horas. O bloco sai do Mercadinho São José, em Laranjeiras, segue pela Rua Gago Coutinho até o Largo do Machado e volta para o ponto de saída, onde acontece a disperasão.

GB Bloco
O GB Bloco concentra na calçada da General Glicério, próximo à Rua das Laranjeiras, e inicia o desfile às 15h. O desfile segue pela rua General Glicério até o final, retornando pela General Cristóvão Barcelos até a Praça Jardim Laranjeiras.


Nem Muda, Nem Sai de Cima

O bloco homenageia o centenário do compositor Sinval Silva em 2012. A concentração, marcada para 18h, é na Avenida Maracanã, na esquina com a Rua Garibaldi. O desfile está previsto para começar às 19h deste sábado. O trajeto começa na Avenida Maracanã, Rua Pinto Guedes, Otávio Kelly, Conde de Bonfim e Garibaldi, retornando ao local de concentração.

Banda de Ipanema
Concentração na Gomes Carneiro, próximo à Praça general Osório, com saída prevista para 17h30. A banda segue pela Vieira Souto até a Joana Angélica e volta pela Visconde de Pirajá.

Bloco Virtual Ensaio e lançamento da camiseta do bloco.
Praça no Costão do Leme, Zona Sul do Rio
Horário: 18h. A OrquestraVirtual comanda os ensaios do bloco todos os sábados, na pracinha do Costão doLeme, até o carnaval. No repertório, marchinhas tradicionais em ritmo deMaracatu, Olodum, Mambo e Reggae.

Que Merda É Essa?
Apresentação do samba para o carnaval 2012
Bar Paz & Amor - Rua Garcia D’Avila, com Nascimento Silva, Ipanema
Horário: 19h
Entrada: Grátis

Bloco das Carmelitas Eles mandaram um email dizendo que o ensaio deste sábado NÃO será na Praça Tiradentes, como anunciado antes, mas disseram que será em Santa Teresa, "em local ainda não definido".
O horário continua a partir das 19h30.
Bangalafumenga O Banga faz seu último ensaio antes do carnaval na Fundição.
Local: Fundição Progresso, a partir das 23h. Preços: de R$20,00 (meia no primeiro lote) até R$70,00 (inteira quarto lote). *Meia entrada para estudantes, idosos, menores de 21 anos, assinantes do jornal O Globo e quem trouxer 1Kg de alimento não perecível ou 1 livro

Bateria do Bloco Quizomba
Quadra da São Clemente, na Presidente Vargas, a partir das 22h.
Preço: R$ 30

Domingo


Desfile do Me Esquece
O bloco tem a saída prevista para 11h, do fim da Praia do Leblon, próximo à Niemeyer. A bateria do bloco é grande, com 160 ritmistas (quase uma escola de samba) que vêm de vários outros blocos "amigos", como Banga, Fogo e Paixão e Desliga. O desfile termina até às 16h, em frente à Afrânio de Melo Franco.


Calma, Calma Sua Piranha!
O bloco desfila em Botafogo na Visconde de Caravelas, com concentração marcada para 12h.

Gigantes da Lira Baile do Gigantes da Lira
Circo Voador , às 17h
Entrada: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia)

Grande Final do Concurso de Marchinhas
A Fundição Progresso realiza a “Finalíssima” de seu Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas. A BANDA FUNDIÇÃO abre os trabalhos mostrando as dez marchinhas finalistas e também músicas de Mario Lago, interpretadas por Moyseis Marques, Nina Wirtti e Chamon. O CORDÃO DO BOITATÁ comanda o baile ao som de marchinhas tradicionais e seu repertório próprio. Após o resultado, a Banda Fundição volta ao palco para tocar as três vencedoras e a Orquestra Voadora faz show de encerramento.
Preço: R$20,00 ou R$10,00 (meia entrada e para quem vier fantasiado)


Ensaio do Volta, Alice
Rua Rua do Mercado, Praça XV, das 16h às 20h. De graça!

VAMOS À FOLIA!




quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Tom Jobim e Gal Costa


Em 1984, foi ao ar pela TV Manchete uma série de programas musicais chamada "A Música Segundo Tom Jobim". Com direção de Nelson Pereira dos Santos, o programa era gravado na casa do maestro, no Jardim Botânico, no Rio, com a participação de convidados recebidos muito à vontade por ele e seu piano.

No primeiro programa da série, Tom e Gal Costa, em companhia de Dori e Danilo Caymmi, fizeram uma homenagem a Ary Barroso, contando histórias e lembrando de algumas canções do grande compositor brasileiro.

Aparecem no vídeo: "Pra Machucar Meu Coração", "Faceira", "Canta Brasil" (Alcir Pires Vermelho), "Tema de Amor Por Gabriela" (Tom Jobim) e "Aquarela do Brasil".