quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Há controvérsias...

A Vila Valqueire faz limite com Jacarepaguá.

Essa região, no passado, foi o belo engenho denominado Valqueire, onde existia grande quantidade de árvores da espécie Pau-Ferro, que ainda resistem em algumas ruas, como na Rua das Rosas.

O Engenho do Valqueire teve, como um dos seus últimos ocupantes, Francisco Teles - avô materno de Geremário Dantas, nascido naquele engenho.
O termo Valqueire, no entanto tem sido alvo de polêmicas e histórias.
Para alguns é entendido como V (algarismo romano que representa o número 5) e alqueire (unidade de medição). Os que não concordam com essa hipótese alegam que essa história, que passa de boca-em boca, não é verdadeira e apontam livros e documentos.
Um deles, “As sesmarias de Jacarepaguá”, de Raul Telles Rudge, dá a explicação que muitos historiadores reputam como certa, do nome Valqueire. Ou seja, o nome vem do sobrenome do antigo dono das terras de Vila Valqueire, nos meados do século XVIII: Antônio Fernandes Valqueire. Simples e direto.
Sobrenome ou erro gramatical, fica a curiosidade e a polêmica para discussão e outras provas e contra-provas. Durma-se com um barulho desses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!