terça-feira, 9 de abril de 2013

A carioca MUSIDISC






Por ali costumavam passar - e não passam mais - orquestras inteiras, nos anos 60, para a gravação de LPs de sucesso, como os do grupo Românticos de Cuba e da série Violinos mágicos. Mas ainda ali permanece, no quinto andar de um prédio na Rua Joaquim Silva, na Lapa, a alguns passos da Escadaria Selarón uma mesa de som Amek, analógica e rara.

Esse espaço, posto à venda é o estúdio da finada gravadora carioca Musidisc, fundada há quase 50 anos  pelo cantor Nilo Sérgio, morto em 1981.

A Musidisc funcionou entre 1952 e 1971 e rendeu um acervo de quase 500 discos que inclui os carros-chefes,  Românticos de Cuba e os Violinos Mágicos, outra orquestra só de disco;  pérolas do sambalanço , como discos do organista Ed Lincoln e dos cantores por ele lançados, Orlandivo, Silvio César e Pedrinho Rodrigues; do samba  do grupo Voz do Morro, do qual fizeram parte Paulinho da Viola, Elton Medeiros e Nelson Sargento; da bossa , Primo Trio, Breno Sauer Quarteto ou da música instrumental , Altamiro Carrilho, Booker Pittman e etc.

Cantor da Rádio Nacional, com bons contatos no exterior, Nilo Sérgio fundou a Musidisc para representar no Brasil gravadoras americanas que lançavam discos de música orquestral. Inovou lançando o artista virtual, onde grandes músicos nacionais  como Zé Menezes, Chiquinho do Acordeon e Abel Ferreira, dentre outros, davam vida ao projeto. Os LPs do saxofonista Bob Fleming, por exemplo, foram gravados por Moacyr Silva e Zito Righi; e também  novidades como o que chamou de minidisc, disco do tamanho de um compacto com cinco músicas de cada lado.

A Orquestra Românticos de Cuba lançou 34 discos durante sua trajetória.  A idéia de se lançar no mercado conjuntos e orquestras com pseudônimos, Nilo Sergio trouxe dos Estados Unidos ao retornar para o Brasil, no início dos anos 50. Era um grupo de artistas que se reunia em estúdio para as gravações, e nunca se apresentaram em público. O regente era o fabuloso Severino Araújo, da Orquestra Tabajara entre outros grandiosos maestros do cast, que nos estúdios Musidisc incorporavam a "Orquestra Românticos de Cuba", eles e seus magníficos músicos. Maestros que trabalharam com a Orquestra:
Waltel Blanco, Radamés Gnattali, Severino Araújo, Karl Faust, Henrique Nüremberg, Carioca e Ivan Paulo.

Vale ouvir o primeiro LP da série "Românticos de Cuba Internacionais", a famosa coleção "A Sereia". Foi lançada nos anos 60.




Vale ainda recordar algumas capas de grandes sucessos.

  http://orfaosdoloronix.files.wordpress.com/2012/08/les-4-cadillacs-les-4-cadillacs-1963.jpg 

   

       

  


3 comentários:

  1. Belos Tempos,eramos felizes e ñ sabiamos,estamos pagando pela evolução do mundo.

    ResponderExcluir
  2. A venda do Estúdio foi anunciada em 2013. O que será que aconteceu, daí em diante, com todo aquele equipamento analógico maravilhoso e todo o legado técnico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bona, Nilo Sérgio, filho do fundador, reside no Paraná hoje e os equipamentos, inclusive a mesa AMEK, está com ele em um novo estúdio em Curitiba, mas para uso pessoal.

      Excluir

Comente! Seja bem-vindo!