domingo, 28 de abril de 2013

Rio, Cidade Mulher



No ano de 1936, há quase 80 anos atrás, Noel Rosa compôs "Cidade-Mulher", para um filme dirigido por Humberto Mauro  - produção Brasil-Vita -  com enredo escrito por Henrique Pongetti.

A música-título do filme  foi interpretada por Orlando Silva.



Vídeo- reprodução


CIDADE MULHER


Cidade de amor e aventura
Que tem mais doçura
Que uma ilusão

Cidade mais bela que o sorriso,
Maior que o paraíso
Melhor que a tentação

Cidade que ninguém resiste
Na beleza triste
De um samba-canção

Cidade de flores sem abrolhos
Que encantando nossos olhos
Prende o nosso coração

Cidade notável,
Inimitável,
Maior e mais bela que outra qualquer.
Cidade sensível,
Irresistível,
Cidade do amor, cidade mulher.

Cidade de sonho e grandeza
Que guarda riqueza
Na terra e no mar

Cidade do céu sempre azulado,
Teu Sol é namorado
Da noite de luar

Cidade padrão de beleza,
Foi a natureza
Quem te protegeu

Cidade de amores sem pecado,
Foi juntinho ao Corcovado
Que Jesus Cristo nasceu

Cidade notável,
Inimitável,
Maior e mais bela que outra qualquer.
Cidade sensível,
Irresistível,
Cidade do amor, cidade mulher


O mineiro Humberto Mauro, um dos diretores mais importantes da história do cinema nacionalfoi atraído, no começo dos anos 30, para o Rio de Janeiro, por Adhemar Gonzaga, produtor da Cinédia. Nessa década, em 1936, dirigiu, dentre outros filmes,  Cidade Mulher, que tinha  Bibi Ferreira, Jaime Costa e grande elenco e contou com a única trilha sonora escrita por Noel Rosa para o cinema. Suas imagens, infelizmente, se perderam num incêndio da Brasil Vita Filmes.

Foram 6 músicas compostas com o parceiro Vadico. As outras cinco músicas para o filme foram: "Dama do Cabaré", "Tarzan, O Filho do Alfaiate", "Morena Sereia", "Numa Noite À Beira-Mar" e "Na Bahia".


  Humberto nos anos 30




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!