terça-feira, 14 de outubro de 2014

Saudades do Cine RIAN, em Copacabana

manchete do jornal O GLOBO de 26 de dezembro de 1983


Os anos 80 decretaram a venda do terreno e o cinema acabou.
E em seu lugar, hoje, o Hotel Pestana.

Mas o Cine Rian foi palco de grandes lançamentos, sucessos e festivais. Além de sua localização de grande charme: em plena Avenida Atlântica.

Nair de Teffé , a caricaturista Rian, foi a patrona do cinema. Em 1935 ela foi a primeira a comprar o terreno, onde existiam três casas e ali mandou construir um prédio residencial de cinco andares e dez apartamentos. Em 1947 foi comprado pelo Grupo Severiano Ribeiro que instalou seu cinema. Até os anos 70 ele foi bastante rentável, inclusive pelas suas famosas sessões à meia-noite. Mas em 1975 um incêndio quase o destruiu e ficou fechado por dois anos e após a reabertura resistiu poucos seis anos.

No final do ano de 1983 perdia o Rio o cinema de 922 poltronas vermelhas, o estilo austero de cortinas pesadas, chão de pastilhas formando desenhos geométricos, luzes de bronze e espelhos de cristal. Excalibur, filme de  John Boorman, com Nigel Terry, Helen Mirren, Nicholas Clay foi o último filme exibido.


Em 1956 no lançamento do feérico Ao Balanço das Horas - Rock Around the Clock, com Bill Haley



Final dos anos 1970
na exibição do clássico O Outro Lado da Meia -Noite






Como frequentadora do RIAN... SAUDADES!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!