quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Há 40 anos...


O Rio ficava triste e mais pobre nas canções.

Na varanda de sua casa, em Jacarepaguá, Jacob Pick Bittencourt, ou simplesmente Jacob do Bandolim, nos deixava .

Carioca nascido na Lapa -na Rua Joaquim Silva 97 - um dia decidiu que o bandolim "era seu negócio " e surgiu o músico ímpar, que lançou o estilo brasileiro de tocar bandolim, "sobrepondo as escolhas italianas". Complicado de entender mas facílimo - e delicioso - de ouvir e apreciar em clássicos como "Doce de Coco", "Noites Cariocas", "Salões Imperiais" e tantas outras.

A partir de"Treme-Treme" e "Glória" , primeira gravação em 1947, um 78 rpm, da GRAVADORA CONTINENTAL, gravou 47 discos , também 78 rpm, além de compactos e mais de 10 LPs pela GRAVADORA RCA VICTOR.

Criador do conjunto Época de Ouro, Jacob se tornou a maior referência brasileira no instrumento, que virou parte de seu nome.
Pra curtir mais a atmosfera maravilhosa de suas notas,
é só clicar e conhecer o belo trabalho do Instituto Jacob do Bandolim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!