sábado, 1 de maio de 2010

Miss Guanabara...outras curiosidades

As Veras Lúcias entravam pra ganhar a coroa do Rio.

A primeira foi VERA LÚCIA SABA em 1962. Morena, descendente de libaneses.


Depois veio VERA LÚCIA FERREIRA MAIA, em 1963.



Filha da cantora Nora Ney, trabalhava como instrumentadora do cirurgião plástico Marcos Spillman e era musa das areias do Castelinho, em Ipanema. Ao concorrer ao Miss Brasil - ano do primeiro desfile em que as misses desfilaram em trajes típicos - desfilou com Calçadas do Rio, inspirado nos desenhos dos mosaicos das calçadas de Copacabana, em branco e preto, bordado em pedrarias, uma criação de do grande Alceu Penna , das Garotas do Alceu, da revista O Cruzeiro.


A terceira, VERA LÚCIA COUTO DOS SANTOS. Tinha apenas 19 anos e representou o Clube Renascença.


  • O desfile das representantes do Clube Renascença era sempre um capítulo à parte, representado por lindas mulatas - e aplaudidíssimas - na passarela do Maracanãzinho. Dirce Machado, em 1960, foi a primeira, quarta colocada no concurso, e foi a sensação da noite do primeiro concurso de Miss Guanabara. A Revista Manchete, de 18 de junho de 1960, a descreveu como

    "Mulata elegante e bonita, ela empolgou o público, que a aplaudiu todo o tempo em que esteve na passarela. Dirce é recepcionista num cabeleireiro da Tijuca, mora em Catumbi e foi apresentada pelo Renascença Clube, no Méier. É carioca, mede 1,65m, pesa 58 quilos e veste manequim 44.

    Outras representantes do clube que causaram sensação e injustiçadas no resultado foram Iara Santos, em 1961, quinto lugar, e, Aizita Nascimento, em 1963, sexta colocada.

O desfile elegante e cheio de bossa de Vera Lucia Couto- criou uma voltinha na passarela que conquistou o Maracanãzinho - fez dela a primeira mulata a ganhar o Miss Guanabara, concurso, infelizmente, dominado por louras e moças de cabelo castanho ou preto, mas de peles muito claras.

Vera ganhou, também, homenagem que virou sucesso : uma marchinha lançada no Carnaval do ano seguinte, de 1965, "Mulata Bossa Nova", de autoria de João Roberto Kelly, que disse

" ...no Maracanãzinho vi uma mulata quase negra evoluindo maravilhosamente com um “pisar” de passarela muito elegante, muito fora inclusive dos padrões que todas as mulatas encaravam qualquer movimento de passarela. Eu olhei e disse: que moça diferente, merece ser fotografada numa música”.



O acontecimento também foi destaque em uma crônica de Rachel de Queiroz na revista O Cruzeiro, de 17 de Outubro de 1964


"Vejam o tremendo impacto publicitário que representou a eleição da linda Miss Guanabara. Numa eleição onde as brancas concorriam em maioria, fizemos Miss Brasil, Vera Lúcia Couto, mulata daquela estirpe que, com grande propriedade, se chama imperial. Mulata imperial, palmeira imperial, modinha imperial - qualquer coisa que é ao mesmo tempo belo, tradicional, emocionante e majestoso.E o êxito de Vera Lúcia lá fora, a simpatia geral com que a receberam, representa não só o sucesso pessoal da beleza da môça, como também o que ela significa para uma humanidade exausta de ódios, de preconceitos mesquinhos - a alegria da boa mistura, a liberdade de cada um nascer da côr que queira e, sobretudo, a novidade daquela presença de beleza fora de padrões e tabus. Fazendo de Vera Lúcia a nossa miss nacional, na verdade promovemos a legitimação da mulata perante o Mundo."

  • Coincidência: anos mais tarde, anos 80, cruzei com Vera Lúcia Couto trabalhando na mesma empresa que eu.
Fechando a saga das VERAS , a normalista de 18 anos e olhos negros VERA LÚCIA DE CASTRO, representando o Motel Clube, foi a quarta e última VERA LÚCIA a se eleger Miss Guanabara, em 1967.




3 comentários:

  1. Acompanho até hoje Vera Lucia através de revistas que guardo e, agora pela internet.Ela sempre foi a nossa miss. Tenho 55 anos e comecei a admirá-la através de minha mãe que sempre a admirava. Minha mãe já se foi para a eternidade, mas continuo aqui em João Câmara-RN, sua admiração.

    ResponderExcluir
  2. Oi, amigo, por acaso entrei nesta página e tive a grata surpresa de ver algo bem escrito e elegante. Sou fã da Vera Lúcia Couto, desde pequeno, adoro ler sobre ela.Gostaria se, fosse possível, que voce me desse um contato dela.Sou jornalista e gostaria de eentrevistá-la.Obrigado,
    Marco

    ResponderExcluir
  3. Se for possível, me envie alguma resposta para o e-mail vilar1234@hotmail.com.

    Ficarei muito grato.
    Marco

    ResponderExcluir

Comente! Seja bem-vindo!