quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

À diva Leny Andrade

A carioca Leny Andrade faz 70 anos.
Dia 26 de janeiro.




E o  RIO QUE MORA NO MAR quer reverenciar
essa que é uma das maiores cantoras de todos os tempos.

Não pula, não grita, não se fantasia, não faz barulho. Só canta. E COMO!

Com sua voz ímpar, repertório refinado e interpretação personalíssima,
Leny Andrade é sinfonia para nossos ouvidos.

Parabéns e obrigada a essa carioca por enaltecer a nossa música.




 No primeiro programa ELIS ESPECIAL, 
um programa Miele & Bôscoli, exibido pela TV Globo em 1971,
 Elis Regina recebe Leny AndradePery Ribeiro,
que cantam a abertura do antológico show Gemini V.


Em 2009, cantou aqui no Rio com Tony Benett., e disse 


"...Sem barulho, diante de 4000 ou mais,Viu,Venceu e... até me procurou, de lá do palco,e,quando mostraram a ele aonde eu estava, me chamou de ELLA FITZGERALD do BRASIL!!!...e, me chamou p'ra CANTAR.  E eu ATRACADA com um MARAVILHOSO PASTEL.  Tomei 2 goles da COCACOLA que eu tinha pedido, tive que levantar, Dar uma VOLTA DE MARATONISTA,É longe à bessa!!! Enquanto eu andava ...ele,TONY, cantava BUT BEAUTIFUL,dedicada a mim...aí eu  lhe disse que  eu estava muito contente que ele estivesse no meu PAÍS,e no lugar aonde eu nascí. Cantei DINDI, DIRETO... SÓ UMA VEZ,COM MODULAÇÃO E TUDO...porque afinal era dele o show..."
(depoimento ao blog Bossamag.com)

Pra encerrar  o excelente registro de 55 minutos em que Leny Andrade ,
 faz  maravilhosa parceria musical, 
e de histórias, com o igualmente maravilhoso Zé Luiz Mazziotti.

VIVA LENY!!!





Leny Andrade & Zé Luiz Mazziotti
Direção: Cyro Ridal/ Direção de TV: Stefano Lazzaretti
Direção de Fotografia: Henrique Custódio


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!