quarta-feira, 28 de abril de 2010

Carolina... o tempo passou na janela

Esse verso de Chico Buarque, me lembra uma outra artista esquecida da memória carioca: Carolina Cardoso de Menezes. O tempo passou na janela e seu talento, sua arte não são mais falados e escutados.

Compositora e pianista carioca, fez sucesso na Era do Rádio, onde trabalhou nas principais delas, como Tupi, Educadora e Mayrink Veiga. Pianista eclética, gravou gêneros estrangeiros também, inclusive compôs foxes. Intérprete por excelência de Ernesto Nazareth, foi a responsável por introduzir o piano no choro e considerada, por muitos, uma das precursoras do rock no Brasil,
com sua composição Brasil Rock, de 1957.
Carolina Cardoso de Menezes participou da histórica gravação do samba Na Pavuna, de Almirante e Homero Dornelas.

O pesquisador Sérgio Cabral em seu livro No tempo de Almirante conta essa participação:
  • "Almirante, que além de ter criado a letra da segunda parte e as três batidas que se seguem ao coro de "Na Pavuna" (certamente o ‘gimmick’ da música), improvisou durante a gravação, chamando o ritmo com o grito "escola" e introduzindo um breque: "Olá seu Nicoláu, quer mingáu?", ganhando, em troca, uma resposta bem humorada de Carolina Cardoso de Menezes ao piano. Carolina, por sinal, começa tocando a introdução e não tira mais a mão do piano, até o final da gravação".
Garimpando, alguns LPs da carreira de Carolina Cardoso de Menezes e suas belas capas.


Se quiser fazer download deste disco em MP3, clique AQUI.
Clique abaixo e ouça uma das faixas desse LP:
Com que Roupa, de Noel Rosa















Carolina nos deixou no dia 31 de dezembro de 1999, aos 83 anos.
Os mais próximos afirmam que ela faleceu, levando consigo a tristeza de não ter sido convidada para participar do encerramento da minissérie Chiquinha Gonzaga , produzida pela TV Globo, em 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!