domingo, 16 de dezembro de 2012

Olavo Bilac, aniversariante de 16 de dezembro





Jornalista e poeta  foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e ocupou a cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias.
Eleito "príncipe dos poetas brasileiros", pela revista Fon-Fon, em 1907,  o carioca Olavo Bilac, autor de alguns dos mais populares poemas brasileiros, é considerado o mais importante de nossos poetas parnasianos.



O Sonho

Quantas vezes, em sonho, as asas da saudade
Solto para onde estás, e fico de ti perto!
Como, depois do sonho, é triste a realidade! 
Como tudo, sem ti, fica depois deserto!

Sonho... Minha alma voa. O ar gorjeia e soluça.
Noite... A amplidão se estende, iluminada e calma:
De cada estrela de ouro um anjo se debruça,
E abre o olhar espantado, ao ver passar minha alma.

Há por tudo a alegria e o rumor de um noivado.
Em torno a cada ninho anda bailando uma asa.
E, como sobre um leito um alvo cortinado,
Alva, a luz do luar cai sobre a tua casa.

Porém, subitamente, um relâmpago corta
Todo o espaço... O rumor de um salmo se levanta
E, sorrindo, serena, apareces à porta,
Como numa moldura a imagem de uma Santa...


Autor de frases que permanecem, 


A Pátria não é a raça, não é o meio, 
não é o conjunto dos aparelhos econômicos e políticos: 
é o idioma criado ou herdado pelo povo.



crônicas com um olhar atento, Olavo Bilac também é autor da Hino à Bandeira, onde estão os lindos versos 


...Tua nobre presença à lembrança,
 a grandeza da Pátria nos traz. 


Anúncio publicado na revista ‘Fon-Fon!’ ao qual Olavo Bilac empresta seu nome.

 'Tenho a maior satisfação em declarar que, sofrendo de uma bronquite pertinaz, fiquei radicalmente curado com o uso do Bromil. Podem fazer desta carta o uso que lhes convier. Rio, 5 de abril de 1910.'






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Seja bem-vindo!